GESTÃO DE CARREIRAS

Gestão e Negócios

GESTÃO DE CARREIRAS

GESTÃO DE CARREIRAS

Se você chegou até este arquivo, algumas dúvidas devem passear pela sua cabeça agora, e a principal delas é “como fazer uma boa gestão de minha carreira?” ou “qual a melhor política de Gestão para Carreiras?”

Afinal de contas, o que é e para que serve a Gestão de Carreiras?

Quando devemos faze a Gestão de nossas carreiras?

Qual a importância de se fazer a gestão de uma carreira?

Um ponto é “sine qua non” no que diz respeito à Gestão de Carreiras: Não existe sistema de Gestão de Carreiras melhor ou pior, ou seja, existem sistemas adequados à sua escolha, seu contexto mas, efetivamente, não existe certo ou errado! Uma pessoa pode escolher para si a carreira pública, militar, privada etc.

Primeiramente é importante destacarmos que não é algo comum para os brasileiros se falar em gestão de carreiras, tanto para quem está devidamente “empregado” ou para quem procura uma oportunidade de trabalho. Agora, por que motivo o brasileiro não ouve regularmente nada sobre o tema? Por qual razão não temos essa disciplina nas grades curriculares e, quando temos, não damos a devida importância?

Vamos então partir para a história, que nos ajudará a entender a formação de nossa civilização. 

Fomos colonizados por um país que não tinha o menor interesse em expandir seu território de forma qualitativa. Ao contrário do que ocorreu com os Estados Unidos da América, cuja colonização feita pelo Reino Unido tinha como principal objetivo expandir seu território e fazer dos Estados Unidos uma extensão de sua casa, seu reino, a Coroa Portuguesa colonizava com a intenção clara de explorar suas Colônias e, conosco não foi diferente. 

Dentre as dez maiores economias do mundo publicados no caderno de economia do Universo On Line (UOL)-

(http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/04/30/ranking-do-banco-mundial-traz-brasil-como-a-7-maior-economia-do-mundo.htm),

as duas únicas civilizações contemporâneas, com menos de dois mil anos, devidamente ranqueadas são EUA e Brasil. A Indonésia, apesar da invasão dos Europeus no Século XVI, é uma civilização bastante antiga e já era conhecida dos navegadores árabes no Século X. Ou seja, dentre as dez maiores economias do Mundo, o Brasil é o único país colonizado e com “civilização de menos de dois mil anos”, quero mostrar com isso que ainda temos muito a aprender e evoluar enquanto civilzação e ainda trazemos a herança exploratória na nossa cultura. Hoje, aproximadamente 11% (apenas) da população brasileira poossui acessoa ensino superior. 

Os Estados, por sua vez, adotaram um regime educacional chamado de Progressão Continuada, que nada tem a ver com o modelo proposto pelo Educador e Professor Paulo Freire, mas tem uma clara distorção de uma pedagogia moderna para um sistema de exclusão de conhecimento e saberes, que não escolarizam e tampouco alfabetizam seus alunos. É simplesmente uma forma de melhorar os índices de escolarização, evasão e aprovação escolar para que nosso índice de desenvolvimento humano (IDH) nos favoreçam nas taxas de empréstimos concedidos pelo banco mundial e nos coloque numa posição favorável neste mesmo ranking, atraindo investimentos internacionais. Ora, se os nossos adolescentes saem da escola semi analfabetos, escrevendo sem sentido, lendo sem entender e sem conseguir efetuar operações matemáticas, como poderia então pensar em fazer uma gestão de carreira? Que carreira, se o objetivo maior é conseguir um emprego que garanta a manutenção de suas necessidades básicas, fazendo aqui uma alusão à Teoria das Necessidades de Maslow

Portanto, precisamos quebrar muitos paradigmas e vencer primeiramente a barreira da alienação sócio política. Precisamos inserir esses jovens em um mercado de trabalho que lhes dê perspectivas de crescimento e desenvolvimento profissional. 

O jovem que sai do ensino médio precisa ter uma orientação para escolher um curso superior que o permita se desenvolver como cidadão e profissional. 

Mas, ainda assim, deixo aqui algumas dicas importantes para você que está lendo este artigo, afinal, se você chegou até aqui é em função de seu desejo em gerir sua carreira, em se desenvolver e crescer profissionalmente. 

Dicas importantes: 

1) Determine um objetivo de longo prazo no que diz respeito à carreira. Saiba onde quer chegar.

2) Crie um plano de metas de realizações, com prazos específicos e coerentes. Não adianta determinar que vai falar russo em três semanas. Seja coerente. 

3) Crie uma escala de prioridades para suas metas, sempre das mais fáceis e imediatistas para as mais distantes.

4) Estabeleça um Cronograma e um plano de ação e coloque-o em local de consulta e alimentação de dados constante.

5) Determine recursos para investir na realização das metas. Esses recursos podem ser financeiros, tempo, material, fóruns, palestras, network… Cada escolha demanda de recursos diferentes.

6) Esteja pronto para alterar esse plano de carreira de forma coerente, revisando-o sempre que necessário. Você pode receber uma proposta de emprego em outra cidade, outro estado ou país, Pode receber um dinheiro inesperado durante sua jornada e decidir empreender com um negócio próprio… 

7) Faça o gerenciamento de atividades que compõe seu plano de carreiras, fazendo sua análise SWOT (consulte um artigo sobre análise SWOT pessoal neste mesmo blog) e uma análise econômica de seu mercado de atuação. Por exemplo, não adianta fazer um planejamento de carreira dentro de uma empresa que produz algo que deixará de existir em pouco tempo.

8) Sempre que possível, solicite feed back de seus gestores ou colegas de trabalho, peça-lhes informações sobre o que você poderia melhorar ou aprimorar. 

9) Estude! Conhecimento não ocupa espaço. Não deixe o tempo passar sem que você não tenha dedicado o devido valor a ele. O tempo é o ativo mais valioso da atualidade pois, ao contrário do conhecimento, o tempo perdido jamais voltará!

10) Sempre que possível, procure um especialista! Um Coaching, um especialista em negócios, em potencial e desenvolvimento humano ou mesmo um especialista da área que você escolheu para depositar suas fichas. 

Concluindo, quero deixar uma mensagem:

“Pense no amanhã, afinal é lá que você viverá!”  

Boa sorte e muito sucesso!

Autor: Fabio Anjos

Add comment